DUAS OFERTAS,  MUITOS BENEFÍCIOS. Sustentabilidade que gera valor

duasofertasmuitosbeneficios

Economia e reciclagem recapagem michelin

mi economia e reciclagem 3x

PARA ACABAR COM AS IDEIAS PRÉ-CONCEBIDAS SOBRE A RECAPAGEM

michelin artboard 1 3x 100

VERDADEIRO E FALSO?
Todos os pneus podem ser recapados?

Verdadeiro, mas...

Os pneus não são todos iguais para recapar um pneu é importante considerar duas questões:

  • Devem ter sido concebidos originalmente para serem recapados em condições ideais. Apenas aqueles cuja carcaça é suficientemente robusta para suportar vários ciclos de vida, são válidos para recapagem pelas Recapadoras mais exigentes.
  • Devem ser submetidos a uma manutenção profissional e regular.

Alguns fabricantes evoluem continuamente o potencial das suas carcaças. É o caso da MICHELIN, especialista em recapagem industrial há mais de 60 anos. O resultado: 80% das carcaças da MICHELIN são efetivamente recapadas.

Todos os procedimentos de recapagem oferecem as mesmas vantagens?

Falso. De acordo com as suas prioridades, pode-se escolher entre dois processos de recapagem:

RECAPAGEM A QUENTE

A borracha é colocada sobre a carcaça previamente preparada (topo + flancos). O conjunto é colocado num molde que vai dar o perfil definitivo ao pneu recapado. A vulcanização é realizada numa prensa de ‘cozimento’ a 160°C, durante cerca de uma hora, tal como para a fabricação de um pneu novo.

As vantagens:

  • Se for efetuado pelos próprios fabricantes, este processo permite explorar ao máximo o desempenho das carcaças de origem.
  • A homogeneidade dimensional que oferece garante um desgaste mais regular, independentemente da carcaça de origem.
  • O aspeto obtido é comparável ao de um pneu novo, com as laterais e as marcações totalmente renovadas, o que é uma vantagem para a aparência do veículo.

RECAPAGEM A FRIO

Uma banda de rolamento pré-vulcanizada com a sua escultura definitiva é colocada sobre a carcaça previamente preparada. A vulcanização a 115°C durante cerca

As vantagens:

  • A gestão deste processo permite recuperar as carcaças recapadas com maior rapidez.
  • Proporciona mais possibilidades de mudança das esculturas.

A atenção e a experiência das recapadoras são fundamentais nas etapas de seleção, verificação, reparação e revestimento das carcaças, para garantir a qualidade e a fiabilidade do produto acabado.

Nas plantas de recapagem MICHELIN, por exemplo, dois milhões de carcaças são inspecionadas anualmente com equipamentos de avançada tecnologia.

Uma experiência inigualável, baseada na qualificação dos operadores que realizam o exame e a preparação dos seus pneus até o mínimo detalhe.

OS PNEUS NOVOS EVOLUEM GRAÇAS AOS PNEUS USADOS?

Verdadeiro. O conhecimento profundo dos pneus usados serve de guia para a evolução das estruturas e materiais para as futuras gerações de pneus.

Alguns dos maiores fabricantes realizam, eles próprios, a recapagem dos seus pneus. Alguns recorrem aos exames que realizam na chegada das carcaças às suas fábricas de recapagem, para melhor analisarem o impacto da utilização real nos seus pneus. Estes dados, observados ano após ano, completam os testes realizados em laboratório e nas pistas de testes, fornecendo informação muito valiosa para os projetistas de pneus novos. Este conhecimento profundo orienta a evolução das estruturas e dos materiais para as futuras gerações de pneus.

Desde a chegada às plantas de recapagem, os seus pneus são submetidos a uma revisão profunda (86 pontos de controle, no caso da MICHELIN). A síntese destes diagnósticos constitui uma fantástica fonte de informação sobre os pneus atuais. Os engenheiros da marca interpretam estes dados para otimizar os pneus do futuro.

PNEU RECAPADO OFERECE O MESMO DESEMPENHO DE UM PNEU NOVO?

Verdadeiro, se...

O pneu recapado poderá ter desempenho comparável a um pneu novo, se:

  • A carcaça de origem for de qualidade superior, robusta e resistente (1).
  • Os materiais, as tecnologias, a capacitação e a experiência profissional aplicadas pelo recapador forem de excelência, serão determinantes para uma recapagem de máxima qualidade.

- Alguns fabricantes recapadores, como a MICHELIN, utilizam para os seu pneus recapados, as mesmas borrachas e as mesmas esculturas patenteadas para os seus pneus novos, restabelecendo a arquitetura inicial:

- Uma garantia de qualidade que lhe permitirá recuperar as performances dos seus pneus novos Michelin.

- Uma garantia de economia, já que poderá recapar no futuro os pneus recapados.

OS PNEUS RECAPADOS REDUZEM OS CUSTOS?

Verdadeiro.

A recapagem oferece três vantagens para o seu orçamento de pneus, sem comprometer a sua segurança:
  • Um pneu recapado é 40 % mais barato que o pneu novo equivalente (1).
  • Poderá percorrer 100% mais quilômetros: a recapagem de uma carcaça, realizada por um especialista, duplica a vida útil dos seus pneus a um custo menor.
  • Várias recapagens: em função da análise externa e interna da carcaça, um pneu pode ser recapado várias vezes(2) para rodar ainda mais quilômetros.
Pode recapar várias vezes a sua carcaça de origem!

A capacidade de recapagem dos seus pneus depende da sua atividade e da gestão da sua frota.

Se apostar no prolongamento da vida útil dos seus pneus, deverá ter em conta os fatores que influenciam no seu desgaste

  • As características intrínsecas do pneu (robustez e resistência da carcaça, tipo e volume das borrachas, esculturas adaptadas às suas utilizações).
  • A pressão de enchimento dos pneus.
  • O nível de carga dos eixos.
  • O estado do veículo (alinhamento dos eixos, geometria do veículo).
  • O estilo de condução.

(1) Dados de preços obtidos através de fontes internas MICHELIN em 2014 e dados de preços obtidos através da Internet por parte de um organismo externo em 2014.
(2) Em utilizações urbanas, transporte regional e obras, os seus pneus MICHELIN podem ser recapados duas vezes ou mais.

A FLEXIBILIDADE DO SEU NEGÓCIO TAMBÉM PASSA PELOS PNEUS?

Verdadeiro.

É possível adaptar os pneus dos seus veículos à flexibilidade da frota, em função das suas necessidades.

Para uma gestão ótima do seu estoque, você dispõe de diferentes opções para voltar a montar os pneus recapados nos seus veículos. Depois de recapado, um pneu pode voltar a ser montado em um eixo diferente do original(1).

Pode utilizar diferentes tipos de pneus nos veículos em função da atividade desenvolvida. Os transportadores e empresas do setor da construção podem pedir os pneus recapados que melhor se adaptam à utilização, graças aos diferentes tipos de esculturas disponíveis. Os fabricantes recapadores com a sua variedade de modelos contribuem para a flexibilidade de utilização dos veículos(2).

Para uma escolha correta, deve seguir as recomendações do fabricante e os conselhos do recapador

(1) A MICHELIN desaconselha a montagem de um pneu recapado no eixo de direção, recomendando a montagem no eixo motriz ou portador dos veículos.
​​​​​​​(2) A RECAPAGEM MICHELIN oferece várias combinações possíveis entre as carcaças de pneus novos e a sua oferta de pneus recapados.

A RECAPAGEM É REALIZADA SEMPRE SOBRE A SUA PRÓPRIA CARCAÇA?

Falso.

Existem duas formas de ofertas:

  • A recapagem dos próprios pneus, que garante a restituição da sua carcaça depois da recapagem. É a solução que preferem a maioria dos transportadores.
  • A troca direta dos seus pneus usados por outros já previamente recapados. Esta solução é a mais rápida.

Os pneus MICHELIN podem ser identificados graças a um número individual que complementa a sua marcação técnica. Este número, comparável a uma “carteira de identidade”, permite realizar um rastreamento de seu pneu (carcaça) durante toda a sua vida útil.

POSSO MONTAR UM PNEU RECAPADO NO LUGAR DE UM NOVO?

Verdadeiro.

Um pneu recapado pode substituir um pneu novo, tendo em conta as seguintes condições:
  • Todos os pneus recapados de um mesmo eixo, devem ter as mesmas características (consultar mais abaixo)
  • Não se pode misturar num mesmo eixo pneus novos com outros RECAPADOs (esta opção apenas se pode recomendar de forma transitória para tratar de uma avaria em estrada)(1).

OS PNEUS MONTADOS NUM MESMO EIXO DEVEM TER AS MESMAS CARACTERÍSTICAS:

  • Mesma marca de recapador(2)
  • Mesma dimensão
  • Mesmo modelo e categoria de utilização
  • Estrutura (radial ou diagonal)
  • Mesmo índice de velocidade
  • Mesmo índice de capacidade de carga

(1) A Michelin recomenda montar os seus pneus recapados sobre os eixos motrizes ou portadores.
(2) Segundo a legislação em vigor no país.

POR QUE RECAPAR?

Rentabilidade X 2, em quilômetros(1).

40% mais barato que um pneu novo e possibilidade várias recapagens(2).

Versatilidade. Aproveita todas as possibilidades dos pneus recapados. Escolha entre todas as opções de equipamento para uma ótima gestão das carcaças. Consulte o fabricante ou distribuidor do pneu.

Proteção ao meio ambiente. O pneu recapado duplica a vida útil(1) do pneu e reduz o consumo de combustível e uso de recursos naturais, sem abrir mão da máxima segurança.

Um pneu recapado = -70% de matéria-prima utilizada relativamente a um pneu novo(3).

Escolha as esculturas em função da utilização. Centenas de combinações possíveis entre esculturas originais e esculturas disponíveis para a recapagem(4).

(1) Testes internos 2013. Duração de um pneu Recapado Michelin = 97% da vida útil de um pneu MICHELIN novo na mesma dimensão.
(2) Fonte interna 2014. Recompilação dos preços médios europeus na Internet, realizada por um organismo externo em 2014.
(3) A Recapagem Michelin necessita em média de 20kg de matéria-prima, o que representa uma economia de 70% relativamente a um pneu novo.
(4) Várias combinações possíveis “Recapado/novo”.

A RECAPAGEM CONTRIBUI PARA A PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE?

Verdadeiro.

A ressulcagem e a recapagem promovem uma economia de recursos naturais e ajudam a presevar o meio ambiente.

Estas duas operações permitem prolongar a vida útil dos pneus usados, o que equivale a reduzir o consumo de recursos naturais em 17 milhões de toneladas por ano em todo o mundo(1).

OS BENEFÍCIOS DA RECAPAGEM PARA O MEIO AMBIENTE:

  • Menos emissões de CO2 ➜ 100 pneus recapados, representam 5 toneladas de matéria-prima não consumida e mais de 6 toneladas de CO2 não emitidas para a atmosfera.
  • Menos matéria-prima consumida ➜ 1 RECAPAGEM = 50 kg de matéria-prima economizada. A borracha necessária para recapar uma carcaça é de apenas 20 kg em média: um ganho de aproximadamente 70% do necessário para fabricar um pneu novo.
  • Menos resíduos ➜ - 300 kg para um reboque de 3 eixos. A recapagem dos 6 pneus de um reboque de 3 eixos representa menos 6 pneus usados para reciclar.

PARA UM MUNDO MAIS LIMPO, UMA ECONOMIA CIRCULAR

Na Europa, todos os pneus usados são reciclados(2). São transformados em parques infantis, relva sintética, solas para sapatos, lajes para o chão, rodízios…

A MICHELIN, por exemplo, conseguiu criar uma pista de atletismo de 400m de 6 cores utilizando 9.000 pneus. E isto não acaba aqui, as novas investigações permitirão uma reciclagem ainda mais eficaz e inovadora dos seus pneus.

(1) Fonte: Agência para o Meio Ambiente e Gestão da Energia, 2014.
(2) A diretiva 31/CE de 26 de Abril de 1999, proíbe a deposição de pneus usados em aterros.

Está a utilizar um Browser não suportado por esta web

Está a utilizar um browser que não é suportado por este website. Isto significa que algumas funcionalidades podem não funcionar como pretendido e podem ocorrer comportamentos estranhos ao navegar neste site.

Utilize ou atualize/instale um dos seguintes browsers para tirar o máximo partido deste website.

Firefox 78+
Edge 18+
Chrome 72+
Safari 12+
Opera 71+